Cadastra-se para receber meu conteúdo

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Ponte para Terabítia - Katherine Paterson

Oiii!!!

Gentes, amei este livro. Foi tão gostoso ler...

Pensei que seria fantasiado de mais, mas percebi que as fantasias são as de criança mesmo, aquelas de imaginação.
A cada tempo que eu lia, mais me apaixonava, dava vontade de pegar os dois garotinhos e dar um aperto na bochecha, principalmente em Jess.

Bom, o livro conta a história de Jesse Aarons, um garotinho de dez anos que mora no Corrego da Cotovia, de família muito pobre e grande. Além dos pais, morava com quatro irmãs, sendo uma mocinha que já tinha namorado. Outra um pouco mais nova que ele, com seis anos, e mais duas pequenas. (May Belle, Joyce Ann, Ellie e Brenda).

Jess vivia emburrado com suas irmãs que não tinham muita responsabilidade em casa como ele, que como era o único filho homem tinha um tanto de tarefas. Ele ordenhava a vaca Miss Bessie todos os dias, e gostava muito deste momento, onde relaxava junto à sua vaca.

Ele estudava e os únicos momentos que gostava na escola era a hora do recreio e às sextas que tinha aula com a professora Miss Edmunds.
A hora do recreio as crianças da idade dele faziam uma disputa de corrida, e nessas férias ele acordava cedo todos os dias para treinar e queria ser o campeão da quinta série.
A professora dava aula de música e era a única aula que se sentia livre e feliz. Era a única pessoa que Jess tinha coragem de mostrar seus desenhos. Ele amava desenhar, mas não eram desenhos bobos como de suas irmãs, eram aqueles desenhos malucos, cheio da imaginação, segundo ele...
Essa professora o incentivava muito, ao contrário de seus pais e irmãs que não agradavam dos seus desenhos e nem do ato de desenhar.

Pelo que percebi, Jess era muito sozinho, sem amizade, não tinha carinho dos pais como suas irmãs, pois sendo homem era tratado diferente, sem mimos.

Leslie era filha de Judy e Bill burkes, mudaram para casa vizinha a de Jess, logo mais tarde ficaram muito amigos, mas assim que ela chegou na escola, no recreio ao invés de ir brincar com as meninas, foi apostar corrida com os meninos e pelo espanto de todos os garotos ela virou a vencedora da quinta série, tomando o lugar que seria de Jess...

Viraram amigos, se meteram em confusão com Janice, uma garota muito temida por Jess.
Na verdade Jess demonstra muito medo das coisas, mas tem vergonha que os outros saibam...

Os dois criaram um "Reino" imaginário e colocaram o nome de Terabítia, onde Jesse seria o rei e Leslie a rainha.
Para entrar neste reino tinham que balançar numa corda para outro lado do riacho.
Lá eles eram livres de suas vidas e viviam brincando. Leslie contava várias histórias, sendo filha de dois escritores, sabia muita coisa legal que Jess nunca ouvira falar.

Jess presenteou sua amiguinha com um cão e ele ficou sendo o príncipe terabitiano.

Indico muito este livro, comecei a ler com medo do que poderia encontrar, mas amei, simplesmente lindo!!!

"Lembrou como, antes de Leslie chegar, ele se sentia um nada - um garotinho esquisito e bobo, que fazia uns desenhos engraçados e corria atrás de uma vaca no meio do pasto, fazendo de conta que era grande - o tempo todo tentando esconder uma porção de medinhos idiotas soltos dentro de si mesmo. Leslie foi quem o tinha tirado do pasto e o tinha levado para Terabítia, onde fez dele um rei".