Cadastra-se para receber meu conteúdo

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

A garota que perseguiu a lua - Sarah Addison Allen


Um livro fantasioso com romance legal!


Os assuntos abordados são Depressão, Bulling, gravidez na adolescência, dons naturais, mistérios, fantasias, entre outros


Emily Benedict não conheceu seu pai e sua mãe faleceu em uma acidente de carro quando já tinha 17 anos, então ela teve que morar com seu único parente vivo em que nem sabia que existia, seu avô Vance em Mullaby.

Mudou-se para casa de seu avô e percebeu que a cidade era mágica, a começar pelo seu avô que era gigante. Segundo ela conta ele precisava de três lençóis para se se embrulhar, precisava de passar por uma porta de lado e abaixando, etc. Na floresta sempre aparecia uns pontos iluminados o que fazia ela ficar curiosa sobre isso.

Julia Winterson tem 36 anos e é a vizinha de Emily, é dona de um restaurante deixado pelo seu pai. Na sua época de adolescente passou por fases difíceis, pois sua mãe tinha morrido e o pai casado novamente com Beverly que tomou toda a atenção dele, então fazia de tudo para ser vista. Por ter fase que estava gótica, cabelos rosados, era diferente, as pessoas zombavam dela, então ficava sempre só. Uma das pessoas que contribuía para servir de chacota era a mãe de Emily, mas isso não fez com que as duas tivesse um relacionamento de amizade.
Júlia não estava com intensão de ficar na cidade por muito tempo, ficaria só o período de quitar as hipoteca do restaurante, depois venderia. Ela foi embora da cidade ainda adolescente e pensava em voltar por causa de um cara...
Neste restaurante ela servia bolinhos, churrasco e bolos. Ela fazia todos os dias bolos por uma razão, pretendia abrir seu próprio restaurante por uma razão bem interessante.

A história principal é a de Emily, mas a mais bonita é a de Júlia. Vários mistérios vão aparecendo de acordo vamos lendo e isso deixa a leitura gostosa e bem fácil de acabar.

Júlia mora com Stella. Aparece na história também Win Coffey e Sawyer.

Emily descobre que sua mãe fez alguma coisa que marcou a cidade e por isso percebeu que todos na cidade repeliam ela, e também nem queriam revelar o motivo.

Não tenho muito mais a contar, por que senão revelo o que não pode, mas indico para quem gosta de mistério e fantasias.