Cadastra-se para receber meu conteúdo

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

O Irresistível Café de Cupcakes - Mary Simses


A leitura de hoje é um romance de cidade pequena.

Essa é a história de Ellen Branford, uma moça nova de Nova York, teimosa e espontânea, que se viu na necessidade de atender o pedido da sua amada avó que faleceu. Esse pedido tratava-se de ir a Beacon, no Maine encontrar Chet Cummings e assim vem as descobertas. Ellen achava que conhecia bem sua avó, mas após a aventura desta viajem acabou descobrindo realmente quem ela foi e ainda quem queria ser dali em diante.

Ellen estava noiva de Hayden Croft e ia se casar em três meses, era um bom partido, ela sendo advogada e Hayden futuro político.

Assim que nossa protagonista chega ao Maine, ela visita uma casa em que está em reforma e distraída pela imagem de uma estátua de uma mulher, pisa numa tábua do píer esta já podre se quebrou. Assim é carregada pela corrente para longe do cais. Mesmo lutando para nadar estava com dificuldades, então Roy que estava na praia viu tudo e a tirou do mar. Por um impulso de agradecimento ela o agarra e o beija, sendo que algumas pessoas viram, tiraram fotos e publicaram essa notícia quente no jornal da cidade, mas mesmo se não tivesse publicado todos saberiam, só por ser cidade pequena, agora com a foto pra provar... A partir daí ela é reconhecida em todo o canto que vai na cidade como "a nadadora", pois ela bate o pé que sabe nadar e que competia na época de escola.

Roy, carpinteiro da cidade, mexe com a cabeça de Ellen, mas ela é consciente que é comprometida e o casamento está próximo.

Se vê na necessidade de ficar na cidade por algum tempo, pois a casa em que procura sempre está fechada, então tenta achar os lugares em que sua avó frequentou, sua escola, antiga casa.. e assim descobre que a paixão dela foi a pintura. Descobre quadros e é lindo essa parte. Descobre também uma amiga antiga e outras coisas da avó, como seu romance por Chet Cummings, porque ela se foi e porque o deixou.

Em uma janta bebeu de mais e entrou numa competição de dardos, porém ela estando bêbada não tinha a menor chance de ganhar, essa parte é a melhor parte do livro, juntamente com o karaokê...

É legal ver como Ellen mudou no tempo que esteve no interior, deixou sua dieta de lado para experimentar o bolo de carne e experimentou coisas diferentes, após isso viu como seu noivo era fresco. Me identifiquei com Ellen porque sou espontânea como ela, e apesar que não ser aquele livro que penso primeiro para indicação, mas valeu pelas aventuras, loucuras, e o fechamento foi muito lindo, previsto, mas lindo!!!

"De vez em quando, penso em Nova York e e pergunto como teria sido a minha vida se eu tivesse colocado a carta da minha avó no correio e nunca tivesse vindo a Beacon. Agora não consigo me imaginar vivendo em nenhum outro lugar (…) É estranho como a morte da minha avó, embora trágica, me trouxe algo tão maravilhoso."