Cadastra-se para receber meu conteúdo

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

A outra face - Sidney Sheldon

Oi pessoas!!!

Mais um livro desse grande autor...

Este é daqueles tipos cheios de mistérios, com uma pitada de romance sem perder a ação.

Dr, Judd  Stevens é psicanalista, solteirão, lindo e muito charmoso. É considerado por seus colegas de profissão o mais bem sucedido. Perdeu a esposa há algum tempo, mas ainda não arrumou mais ninguém, só se dedicou ao sucesso no trabalho.

A história inicialmente nos conta uma sequência de assassinatos: do seu paciente Hansson e da sua secretária Carol.
Hansson  foi morto por uma facada nas costas, ele usava o casaco do psicanalista. Estava feliz por poder voltar para sua esposa, pois teve uma caso homossexual e teve ajuda de Dr Judd para perceber que precisava voltar para ela.
E sua secretária Carol foi morta através de uma tortura cruel.
Ela que antes era mulher de rua, sem futuro, por incentivo dele terminou os estudo e tomou jeito, simplesmente porque ele confiou que podia ser uma pessoa melhor, pagou a fiança dela da cadeia e a encorajou dando este emprego.

Mas alguém os matou e Judd começa a desconfiar que era para ser ele o alvo.
Ele entra tipo numa paranoia quando ele é atropelado de propósito, sabe que tem alguém querendo matá-lo, mas não vê motivo para isso. Ele é perseguido dentro do seu próprio escritório e também na sua casa (essa parte da casa é a que mais gostei)

Dois detetives entram na história: McGreavy e Angeli. São sinceros com o Dr. Ele é o principal suspeito de ter matado essas duas pessoas.
Uma coisa é destacada aqui: Angeli protege muito o Dr, e McGreavy o acusa demais, sendo que este último tem motivo para querer vingança por um caso passado, em que o psicanalista liberou um assassino por ter problemas mentais.

Perdido nesses problemas Judd recorre a um detetive particular que programa para ele uma viagem, sendo que isso seria uma estratégia para fazer o assassino agir novamente. E assim acontece, acham uma bomba super potente no seu carro.

O detetive descobre a verdade, mas não tem oportunidade de lançar mão do assassino, não tem muita sorte nisso.

Enfim, Judd descobre uma paixão por uma cliente em que avisou uma viagem programada, talvez nunca mais a veria. Ele lembra que essa paciente tem uma história diferente, nunca contou o real problema que a fez o procurar. Ele mesmo tenta descobrir no meio dos seus clientes pista de alguém suspeito, chega a algumas conclusões e vai atrás para saber.

Finalmente entra uma organização secreta que é desvendado todo o mistério.
Judd entrou em uma enrascada enorme e vivendo a leitura não vemos solução.

Muito bom este livro para quem gosta deste gênero.