Cadastra-se para receber meu conteúdo

sábado, 17 de junho de 2017

Uma Loucura Discreta - Mindy McGinnis

Olá pessoas!

Resultado de imagem para uma loucura discreta resenhaTrouxe um tipo de livro que amo. O título já nos esclarece que o assunto se trata de "coisas da mente". O livro trata de questões sobre abuso infantil, abuso de autoridade e de poder.

Grace foi criada para participar da classe alta de Boston, com roupas caras, joias e regalias, porém sofreu abuso sexual em que lhe colocaram uma criança no seu ventre. Para não envergonhar o nome da família foi mandada para um asilo, onde abrigavam loucos, idosos, doentes de doenças infectocontagiosas e marginais da sociedade.


"Que tamanho choque você viveu! Arrancada daquele mundo e trazida para este. Você costumada a andar no sol, perfumada, derramando-se em risos, e agora tudo é sangue e trevas. Sua garganta está tão obstruída que a própria respiração a faz sufocar."


Para todos ela estaria fazendo uma linda viajem e voltaria dentro de algum tempo como se nada tivesse acontecido, porém neste local onde estava era muito maltratada, mal tinham o que comer e viam de tudo. Assim que foi mandada para este local Grace se calou. Se prendeu dentro de si e não pronunciava uma palavra, todos achavam que ela realmente tinha ficado louca. Seria usada para gerar uma criança e após isso tudo voltaria ao normal, assim pensava ela, daria a criança para alguém que quisesse. Por mais que não desejava o serzinho, tinha a consciência de protegê-lo e de comer para poder nutrir.


"Heedson e Croomes são típicos exemplos da maioria do mundo, amor. Eles empurram sua discreta loucura em nós, seu poder e sua dor, e nós nos apegamos às nossas verdades aqui na escuridão."


Um certo dia foi tomada pela raiva da injustiça e se atirou no dono daquele lugar, assim como consequência do seu ato perdeu a criança que gerava no seu ventre e foi jogada no porão. Neste novo local mal teria comida, banho, luz e roupas, mas lá encontrou alguém que mesmo no escuro, somente com o sentido do olfato, soube da sua história de vida, assim a voz que a tanto tempo estava presa foi solta.

Falsteed foi nosso personagem salvador. Vivia ali naquele porão por muitos anos e por mais tempo ainda irá ficar ali. Foi considerado insano, mas viu em Grace a inteligencia e sanidade para poder viver uma vida diferente longe dali. Seu amigo médico Dr Thornhollow sempre fazia trabalhos para o asilo. Apagava mentes de pessoas loucas e indomáveis, mas não tinha a intenção de fazer isso a nossa protagonista. Assim que o Dr conheceu Grace percebeu que poderia utilizar de sua inteligencia e percepção em um trabalho que fazia paralelo ao de Doutor. Ele também gostava de investigar assassinatos e bolaram um plano para tirar Grace dali.

"Todos eles tinham seus terrores, mas pelo menos as aranhas que viviam nas veias da garota nova eram imaginárias. Grace aprendera havia muito tempo que os verdadeiros terrores deste mundo era as outras pessoas."


No novo local que Grace agora fora abrigada também era um asilo, porém diferente daquele que vivera como um inferno. Era bem cuidada, tinham alimentos, banhos, roupas, amigas. Pôde se reinventar, porém era obrigada a fingir que não conversava para manter a mentira, como se a memória dela tivesse sido apagado pelo doutor.

Começaram a trabalhar em alguns casos de assassinatos e ao mesmo tempo Grace se sentia saudosa e preocupada com sua irmãzinha que estaria desprotegida na casa de seu pai. Da mesma forma que ele abusou de uma poderia abusar de outra, acabando com a infância de uma inocente criança. Consegue por intermédio de seu amigo salvador levar cartas a sua irmã, fingindo ser uma amiguinha imaginária e receber notícias dela e de sua ainda inocência.

Movida pelo sentimento de proteção e vingança ao ato de seu pai tenta de todas as formas acabar com ele.

A história a cada página fica mais emocionante, mais surpreendente. Amei essa leitura!!!

"As trevas vivem dentro de mim há muito tempo, semeadas não pela minha natureza, mas pela minha criação."